Impaktto - Comércio de Plástico e Borracha LTDA - Avenida José de Brito de Freitas, 479/487/495 - Casa Verde - São Paulo - SP - CEP: 02552-000

Telefone/ Fax

(11) 3017-0799
(11) 3857–5799

Plásticos Industriais - Impaktto

Confira Nossos Produtos

Plásticos Industriais - Impaktto

CVRD

Celeron

Celeron

O Celeron é formado por camadas de tecido de algodão, carregadas de resinas sintéticas, que sofrem constantes aplicações de calor. O material possui alta resistência ao desgaste,cisalhamento, ao choque, amortece ruídos e o seu coeficiente de atrito é baixo.

O produto é diferenciado pela malha do tecido utilizado: Malha Extra Fina/Fina/Média/Grossa.

Medidas disponíveis:

  • Chapa: 0,25 a 300 mm (Espessura) x 1000 (Largura) x 1000 (Comprimento)
  • Tarugo: 6,4 a 300 mm (Diâmetro) x 1000 (Comprimento)

Outras dimensões sob consulta.

Nylon 6.0

Nylon

O Nylon. 6.0 possui excelentes propriedades mecânicas, elétricas e térmicas, o que possibilita a utilização em diversos segmentos. Suas principais características são: ponto de fusão elevado, auto lubrificante, amortece vibrações, resistente ao desgaste e agente químicos.

Suporta temperaturas entre -40° C a 100°C.

MEDIDAS DISPONÍVEIS:

  • Chapa: 2 a 80 mm (Espessura) x 150/500/1000 mm (Largura) x 1000/2000/3000 mm(Comprimento)
  • Tarugo : 6 a 300 mm (Diâmetro) x 1000/3000 mm (Comprimento)
  • Tubo: 40 a 300 mm (Diâmetro Externo)

Nylon 6.6 Technyl

Nylon6

O Nylon 6.6 Technyl é obtido da Cepoliamida 6.6, modificada e produzida com resina da Rhodia. A fabricação passa pelos processos de extrusão e tratamento térmico, o que possibilita uma estrutura cristalina, uniforme e livre de tensões internas. O resultado é um material com boas propriedades físicas, mecânicas, elétricas e químicas, podendo ser um ótimo substituto do bronze, latão, duralumínio, ferro fundido e aço. O Technyl é uma marca registrada da Rhodia.

As principais características são: baixo peso específico; ponto de fusão elevado; alta resistência ao desgaste e ao choque; excelente isolamento térmico e elétrico; durabilidade em contato com agentes químicos; auto-extinguibilidade de chama; auto-lubrificante; inoxidabilidade; absorção de vibrações; baixo coeficiente de atrito; e movimentos mecânicos silenciosos.

O Nylon 6.6 Technyl é apresentado nas formas de chapas (de 2 a 80 mm de espessura; 150, 500, 1000 mm de largura; e 1000, 2000, 3000 mm de comprimento) ou de tarugos redondos, quadrados (de 6 a 300 mm de diâmetro e até 3 m de comprimento), sextavados e tubos (de 40 a 300 mm externo e até 3 m de comprimento).

O produto pode ser aplicado na fabricação de buchas, engrenagens, cremalheira, polias, roletes, parafusos, arruelas, guias, cames, rotores, roldanas, mancais, rolo para máquinas de corte e vinco, placas de desgastes e sapatas.

Ao trabalhar com material é importante mantê-lo em contato com elementos metálicos para dissipação do calor, já que ele apresenta a propriedade de isolamento térmico.

Tecast T

Celeron
O Tecast T é uma poliamida do tipo 6, fabricada através do processo de polimerização aniônica. O material tem excelentes propriedades mecânicas. A partir dele pode-se obter peças já semi-prontas de grande porte (até 100 kg) e também é possível desenvolver pré-modelagens para, principalmente, substituir outros tipos de materiais que possuem componentes de elevado desgaste, como os fabricados em materiais tradicionais como: bronze; aço; ferro; ou alumínio. As principais características são: excepcional resistência à tração, compressão e à deformação a frio; boa resistência ao impacto e à brasão; alta temperatura de distorção térmica; grande tenacidade; baixo coeficiente de atrito; boa resistência química; auto-lubrificante; e absorção de vibrações. Tecast TO Tecast T é usado em sapatas e calços para laminadores, canecas para elevadores, roldanas e polias, roletes para equipamentos transportadores, engrenagens, buchas e mancais, roscas sem fim, cames, lâminas raspadoras, topos isolantes, anéis de vedação, acoplamentos, cremalheiras, chavetas, rotores, peças de desgaste para locomotivas, chapas de desgastes e deslizamentos.

Tecast T Plus Blue

Celeron

O Tecast T Plus Blue foi desenvolvido para resistir a temperaturas elevadas, o que permite trabalhar em regime continuo de até 130°C. Além disso, possui menor coeficiente de atrito e maior resistência ao desgaste em relação aos outros Nylons.

As principais características são: ótima resistência termo-mecânica e química; excelentes propriedades de deslizamento (mesmo a seco); boa rigidez a tenacidade; fácil usinagem com bom acabamento; e isolante térmico.

O Tecast T Plus Blue é utilizado na fabricação de sapatas e calços para laminadores; chapa de desgaste na laminação quente e fria; buchas e mancais, que eliminam a lubrificação; cames, roldanas e polias; acoplamentos e engrenagens; lâminas raspadoras; e peças com alta resistência mecânica e alta resistência ao desgaste.

É empregado em diversos segmentos da indústria: siderúrgica; de máquinas; tecnologia de transporte e movimentação de cargas; de papel e celulose; alimentícia; têxtil; e mineração e agrícola.

Tecast L

Celeron

O Tecast L é um Nylon 6 Fundido que contém em sua estrutura óleos especiais adicionados durante a fabricação. A diferença do material está no aprimoramento da propriedade de auto-lubrificação e no menor coeficiente de atrito de todos os tipos de nylon, o que possibilita uma melhor usinagem, com bons acabamentos e tolerâncias mais estreitas.

As principais características são: coeficiente de atrito estático e dinâmico praticamente iguais; excepcional resistência ao desgaste por abrasão e ao impacto; menor absorção de água; maior estabilidade dimensional; e aceitação de velocidades e pressões de trabalho superiores as do nylon comum.

O Tecast L é usado em buchas, casquilhos, mancais, engrenagens e cremalheiras, polias e roldanas, roscas sem fim, chapas de desgaste e deslizamento e calços e sapatas de laminadores.

Canecas

Canecas

As canecas em Tecast T para elevadores possuem qualidades superiores às similares, por oferecerem melhores condições de trabalho, menos esforço do equipamento, menor desgaste da correia, e redução do consumo de energia.

São sete vezes mais leves que o aço e eliminam o ruído nos elevadores, resultando em um aumento rápido da produtividade e uma redução nos custos. As vantagens estão nas características de: anticorrosão; resistência à abrasão; anti-aderência; e leveza.

As canecas possuem baixo coeficiente de atrito, o que dificulta o depósito em suas paredes do material transportado, e também diminuem a geração de energia estática, evitando riscos de explosão ao armazenar produtos combustíveis.

Por estas razões, é a alternativa mais indicada nos segmentos de mineração e cimentaria, açúcar e álcool, fundição, vidrarias, siderúrgicas, terminais portuários, bebidas destiladas e salinas.

Polietileno de Alta Densidade (PEAD)

Polietileno

O Polietileno de Alta Densidade é o material mais indicado para o contato com alimentos “in natura” e industrializados, por apresentar características químicas e físicas eficientes para tal finalidade. O PEAD foi introduzido comercialmente na década de 50, e atualmente é o quarto termoplástico mais vendido do mundo e o segundo mais reciclado.

Possui superfície lisa e anti-aderente, o que evita o desenvolvimento de fungos e bactérias; não retém cheiro e nem transmite calor; é fácil de limpar; proporciona menor desgaste das facas; tem alta resistência ao rachamento, entalhe, soltura de lascas, e também aos agentes químicos dos detergentes, desinfetantes e sangue; e pode ser aplainado. Além disso, atende à resolução 45/77 que regulamenta o uso de plásticos para contato direto com alimentos.

As principais características são: baixo coeficiente de atrito; excelente resistência química; baixo peso específico (0,95g/cm³); atóxico; auto-lubrificante; e boa resistência dielétrica.

O Polietileno de Alta Densidade é soldável, moldável, estampável e de fácil usinagem.

O PEAD é apresentado em chapas (300x500 mm; 1000x2000 mm; 1000x3000 mm, com espessura de 1 a 30 mm), ou em tarugos (de 15 a 300 mm de diâmetro e 1000 a 3000 de comprimento).

O material é usado na fabricação de mesas de corte de carnes frescas, salgadas, defumadas, congeladas e curadas ou processadas; mesas para manuseio de massas, frios, laticínios, verduras, frutas e peixes; peças técnicas que atuem em contato direto na modelagem de alimentos; parafusos, arruelas e porcas; pequenos revestimentos; e peças de pequeno porte.

Polipropileno (PP)

Polipropileno

O Polipropileno é um termoplástico usado principalmente em casos onde é necessária uma boa resistência química e oferece vantagens por apresentar baixo peso específico e facilidade de se submeter à moldagem.Por isso, é recomendado para a fabricação de peças estruturais, como dutos e tanques, e ainda é um excelente material para resistir às radiações eletromagnéticas emitidas pelo microondas.

As principais características para a construção de equipamentos são: usinabilidade: excelente e com bom acabamento; soldabilidade: soldável por termofusão; colagem: péssimo, mas permite colas especiais à base de epóxi, mesmo assim, com resultados duvidosos; maleabilidade por termomodelagem: excelente; e cargas e aditivos: U.V, estabilizante de temperatura.

O Polipropileno é apresentado nas cores natural, cinza, bege (com outras cores sob consulta). É apresentado nas formas de chapas (1000x2000 mm, 1220x3050 mm e 1300x4000 mm de diâmetro e 1 a 70 de espessuras); tarugos (de 10 a 300 mm de diâmetro, 1000 a 3000 mm de comprimento); ou em solda (2,5 mm de diâmetro).

É aplicado em tanques para galvanoplastia, dutos para líquidos e gases, tanques em geral, revestimentos, equipamentos de exaustão, bombas, rotores, mancais, flanges, placas de filtro prensa, parafusos, porcas, arruelas, cepos para corte e aparelhos ortopédicos (órteses).

Sua resistência química varia de acordo com o produto:

Ácidos: resistente a todos os tipos, com exceção do H2SO4 98%, Nítrico 60%, Crômico;

Alcalinos: resistente à soda cáustica, hipoclorito de sódio e não clorados;

Solventes: não é solúvel em temperatura ambiente. Absorve pequenas quantidades de hidrocarbonetos e halogenados;

Outros: não deve ser usado em produtos fortemente clorados. Atóxico.

Deve-se levar em consideração a concentração e a temperatura de trabalho. Mais informações sob consulta.

Poliuretano

Poliuretano

O Poliuretano destaca-se por ser altamente flexível e possuir excepcional resistência ao corte e à compressão. Comparado com as borrachas, o material possui elevado módulo de elasticidade. Além disso, trabalha com uma grande variação de dureza que é obtida através da sua formulação (entre 20 e 95 shore A). Ele é amplamente utilizado na indústria mecânica e de automóveis.

Possui propriedades elétricas, térmicas e químicas.

Elétricas: possui comportamento dielétrico e é resistente à eletricidade, mas não é recomendado como material isolante;

Térmicas: a temperatura de trabalho compreende o intervalo de 40ºC a 80º C e, eventualmente, pode ser exposto a 100ºC, mas por pequenos períodos de tempo. O comportamento térmico irá depender do tipo de Poliuretano utilizado;

Químicas: é resistente à benzina, benzeno, graxas e óleos, ozônio, oxigênio e água fria, apesar do contato com a última resultar na perda gradativa de suas propriedades mecânicas. Não é resistente à água quente, vapor saturado, ácidos concentrados e soluções alcalinas, álcool, hidrocarbonatos clorados e amoníaco.

O Poliuretano é apresentado nas formas de chapas (de 1 a 10 mm de espessuras, tamanho padrão – 500x3000 mm), ou em tarugos (medidas sob consulta).

Alcalinos: resistente à soda cáustica, hipoclorito de sódio e não clorados;

Ele é ideal para ser usado em molas de ferramentas, socadores para fundição, graxetas para prensas, revestimentos de rodas, cilindro e esteiras transportadoras, acoplamentos elétricos, amortecedores de vibração, guarnições e anéis.

Poliacetal - Delrin

Poliacetal

O Poliacetal é um material rígido e muito resistente, com excepcional estabilidade dimensional devido, principalmente, à baixa absorção da umidade. É um plástico de engenharia altamente cristalino, que mantém suas propriedades mesmo quando imerso em água quente. Além disso, possui baixa tendência à ruptura por fadiga. Por todas estas propriedades, ele se adapta às aplicações que no passado eram reservadas exclusivamente aos metais.

As principais características são: resistente à deformação a frio e a esforços repetitivos; baixo peso específico (1,425g/cm³); boa resistência química; baixo coeficiente de atrito; alta resistência a flexões alternadas; boa propriedade de isolamento elétrico; facilidade de usinagem; atóxico; e excelente acabamento superficial.

Sua resistência química varia de acordo com os produtos. Esses podem ser:

Ácidos: elevada resistência a qualquer tipo de ácido;

Alcalinos:boa resistência a álcalis não clorados;

Solventes: boa resistência a solventes orgânicos;

Outros: boa resistência a intempéries.

Sua apresentação é feita em chapas (de 10 a 40 mm de largura e 3000 mm de comprimento), ou em tarugos redondos (de 10 a 200 mm de diâmetro e até 9 m de comprimento), quadrados (de 10 a 80 mm de diâmetro e até 3 m de comprimento) e sextavados (de 6 a 80 mm de diâmetro e até 3 m de comprimento).

O Poliacetal é usado na fabricação de engrenagens, buchas, mancais, flanges, guias, roscas sem fim, isoladores, roldanas e rolamentos.

PVC Rígido

PVC

O PVC Rígido é um dos plásticos mais usados atualmente por possuir excelentes propriedades elétricas e boa resistência ao tempo, à umidade, aos agentes químicos e ao impacto. Ele é utilizado em larga escala na engenharia civil e em comunicação visual, devido à ótima aceitação de tinta serigráfica e vinil adesivo.

É um material que se destaca pela baixa sensibilidade à fissura sob tensão e permeabilidade aos gases e vapor d'água. Sempre é apresentado nas formas de composto, e para sua transformação necessita de uma série de cargas e aditivos, estes adicionados ao polímero básico para que se adapte à aplicação que se destina.

As principais características são: ótima estabilidade dimensional, atóxico (permite contato com alimentos), boa moldabilidade e imprimibilidade, auto extinguível e excelente rigidez.

É apresentado em dois tipos de chapas (de 0,15 e 0,70 mm de espessura e 620x1200 mm de dimensão ou de 1 a 25 e 1000x2000 mm), ou ainda, em tarugos (de 12 a 300 mm de diâmetro e 1000 a 2000 de comprimento).

O PVC Rígido é utilizado na fabricação de cartão, rótulos, etiquetas, parafusos, engrenagens, arruelas, flanges, bombas industriais e outros.

Os principais processos a que as chapas rígidas podem ser submetidas são:

Termoformagem: são utilizadas na confecção de uma série de peças (técnicas ou brinquedos), através dos métodos semi-automático ou manual;

Impressão: são mais frequentemente usadas nos sistemas silk-screen, off-set e fotoquímico;

Corte: para chapas de espessura de até 1,00 mm, o sistema indicado é a guilhotina gráfica ou manual. Já para as de espessura acima de 1,00 mm, são usadas as técnicas balancim ou prensa excêntrica, com serra circular ou de fita, e corte por pantógrafo;

Dobra: podem ser dobradas por aquecimento (ar quente ou outro processo equivalente) para formar cantos arredondados;

Solda: o sistema de soldagem usual entre chapas (principalmente acima de 1,00mm) é o de solda a ar quente. Pode-se ainda utilizar a colagem, com utilização de adesivos, ou o processo de usinagem.

PTFE

PTFE

O PTFE é quimicamente inerte, com boa resistência mecânica e elétrica e apresenta ótimo comportamento em temperaturas mais elevadas. Entre os plásticos de engenharia, ele destaca-se por ser de fácil usinagem e aceitar aditivos, o que lhe permite múltiplas possibilidades de aplicação. É um material semicristalino, insolúvel, infusível e anti-aderente.

Suas principais propriedades são:

Resistência química: é quimicamente inerte. Somente os metais alcalinos fundidos e o flúor (trifluoreto de cloro ou difluoreto de oxigênio) podem alterar sua estrutura físico-química;

Anti-aderência: nada adere a sua superfície. Mas se fizer necessário, pode-se proporcionar a colagem através de um tratamento químico;

Mecânica: possui o mais baixo coeficiente de atrito dentre todos os materiais sólidos. Não há diferença entre seu coeficiente de atrito estático e dinâmico;

Térmica: alta resistência à temperatura, sendo de até 260ºC em trabalho contínuo e até 360º C por períodos limitados, mas com perdas de propriedades mecânicas;

Elétrica: possui propriedades dielétricas constantes em todas as freqüências.

O PTFE pode ser composto de:

Cargas minerais e metálicas: eleva suas propriedades mecânicas;

Fibra de vidro: com 15% ou 25% de fibra de vidro, o que melhora sua resistência ao desgaste, à deformação e à oxidação. Porém é atacado por bases fortes;

Grafite: diminui o coeficiente de fricção e melhora a resistência ao desgaste em altas cargas e velocidades de contato. Com a adição de M0S2, aumenta a dureza e rigidez, diminuindo o coeficiente de fricção. Mas geralmente é incorporado com outras cargas;

Bronze: aumenta a resistência à compressão e dureza; baixa o desgaste à fricção. É bastante utilizado em barramentos de máquinas operatrizes. Além disso, diminui a resistência química e torna-se condutor elétrico.

UHMW

uhmw

Alta resistência ao desgaste por abrasão, excelente resistência ao impacto, resiste à quebra por pressão e possui baixo coeficiente de atrito, proporcionando longa vida útil.

Aplicações

Mesa plana, Régua para Forming Board, Hidro Foil e Vácuo Foil, Réguas defletoras, Coberturas para caixa de sucção (Tampas) Raspas de limpeza para rolos e prensas, vedações para rolo sucção.

Revestimento Antiaderente

Permite o escoamento rápido e contínuo dos materiais transportados, em silos, bicas, calhas, moegas, caçambas, containers, terminais de açúcar, grãos e sal.

Roscas e Estrelas

Nas áreas de envasamento, guias, buchas, curvas, dosadores, roldanas, rolamentos, engrenagens, perfis, roscas caracol, guias em estrelas, guias de corrente.

O UHMW é um material versátil que se consagra mundialmente pelo seu baixo coeficiente de fricção, alta resistência química e à abrasão, estabilidade dimensional e anti-aderência. Sua utilização abrange importantes setores industriais e de logística, como siderurgias, indústrias de papel e celulose, automobilística, de bebidas, fertilizantes, portos, indústria pesada, entre outras.

As principais características são: baixo coeficiente de atrito (só perde para o PTFE); elevada resistência ao impacto e à fadiga; não trincamento; atóxico; baixo peso; e fácil usinagem.

São vários os tipos de UHMW:

UHMW: material Standard, usado na maioria das aplicações. Disponível nas cores branco, verde e preto; outras somente sob consulta;

UHMW 80 e 87: material aditivado com estabilizante térmico. Possui grau mais elevado de resistência à brasão que o material acima. Maior vida útil quando exposto às temperaturas de até 100ºC, sofrendo menor degradação. Cores: UHMW 80 em azul e UHMW 87 em preto;

UHMW 875: material aditivado com cargas minerais e estabilizante térmico. A carga mineral aumenta a resistência à abrasão, tornando-o excelente para áreas de desgaste excessivo. Disponível na cor preta;

UHMW 88-2: aditivado com silicone especial. Possui baixíssimo coeficiente de atrito e maior anti-aderência. É usado com excelência em aplicações de revestimentos de silos onde o produto possui alto índice de umidade com cal, caulim, argila, etc. Disponível na cor azul;

UHMW AST ANTI-ESTÁTICO: não acumula energia estática e evita danos a componentes na área eletrônica, choques elétricos na área de grãos e incêndios por ignição em silos de grãos. Disponível na cor preta;

UHMW CERAM-PDB: material aditivado com cargas especiais que lhe propiciam altíssima resistência ao desgaste. É um produto intermediário entre a cerâmica sintetizada e os outros tipos de material para fabricação de tampas e réguas para caixa de sucção de mesa plana, na área de papel e celulose. Disponível na cor verde abacate;

UHMW AG: atende principalmente a área agrícola. É um material com excelente resistência à brasão. Possui baixo coeficiente de atrito e maior resistência ao impacto e ao entalhe, devido a sua maior dureza. Disponível na cor preta;

UHMW ULTRAPLAC: é usado na área de revestimento de silos. Possui aditivo que melhora sua anti-aderência e aumenta sua resistência ao desgaste e entalhe. Disponível na cor preta.

Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.